Jardim Desértico

O jardim desértico reproduz a paisagem árida. Caracteriza-se pela presença de plantas xerófitas ( espécies que desenvolveram a capacidade de reduzir a perda de água).

Os jardins desérticos podem ser:

1. Informais: Segue linhas orgânicas e quase não há acessórios.

2. Temático: Relacionado com a cultura e as plantas de determinada região, podendo então recriar paisagens como a caatinga do nordeste brasileiro, jardins mexicanos, jardins do cerrado.

3. Desérticos Contemporâneos: Livres na forma e contém elementos ousados como vasos, pedras e elementos inovadores.

Todos esses tipos de jardim desértico apresentam elementos em comum como as plantas geométricas e simétricas. Normalmente os espinhos estão presentes nesse estilo de jardim.

O jardim requer pouca manutenção, por outro lado necessita de um excelente sistema de drenagem, forrações com pedriscos e areia também se faz necessário.

Jardim Italiano

Nesse estilo de jardim, utiliza-se plantas frutíferas, flores, estátuas, e fontes, geralmente localizadas no centro do jardim.

Encontra-se também formas topiadas de buxinhos com estátuas de deuses e árvores como laranjeiras e macieiras. Não pode faltar o elemento água, seja numa fonte, chafariz ou mesmo espelho d’água. As plantas devem ser de origem mediterrânea para aguentar o frio e a seca. Podem ser usados também  vasos cerâmicos, esculturas, treliças, arcos, pontes, bancos, etc, trazendo ao ambiente um clima romântico e clássico.

[continuação dos estilos de jardins nos próximos posts]

Jardim Tropical

Antes de montar seu jardim, é bom você se identificar com um estilo de jardim.

Abaixo temos o primeiro exemplo de um estilo de jardim:

Jardim Tropical

Esse jardim tem como característica a impressão de que o homem não interferiu na paisagem. Algumas das plantas que adornam esse jardim são as de cores vivas e formas esculturais como palmeiras, dracenas, bromélias, helicônias, bananeiras, gengibres e orquídeas, entre muitas outras. Elementos como bancos, pergolados, vasos, são bem-vindos.Neste estilo também não podem faltar pedras, lagos ou fontes sempre com a aparência o mais natural possível.

[mais estilos de jardins nos próximos posts]

Um pouco mais sobre o Designer de Interiores.

Criar, pensar, desenhar, combinar texturas, cores, formas e tamanhos…tudo isso e muito mais compõe o dia-a-dia de um designer.

O principal objetivo de um designer é trazer ao cliente o que há de melhor, ou seja: conforto, estética, ergonomia, vida ao ambiente, entre outros.

A melhor hora é a de planejar, arranjar, descobrir e arriscar. Idéias mirabolantes surgem na mente e tudo isso é posto no papel com um rápido croqui  (rabiscos que, na maioria das vezes, ninguém entende) esse desenho é passado de forma clara em um outro papel e então o projeto ‘ganha existência’ . Pronto, tendo as idéias em mãos, chega a hora de escolher texturas, cores e formas, onde a criatividade é acionada mais uma vez para auxiliar na escolha. Quando o projeto finalmente chega ao fim, e o designer vê o seu trabalho executado, isso faz com que ele se sinta satisfeito, o que o impulsiona a fazer um próximo projeto para vê-lo executado novamente, mesmo sendo tarefa que requer disciplina, vários dias de dedicação e esforço.

Enfim, ser designer é uma mistura de sensibilidade, ”feeling” , criatividade, inspiração e dedicação.

O que é Design de Interiores?

Se baseia na busca de soluções criativas e técnicas que proporcionem qualidade de vida e cultura para os seus usuários e que sejam esteticamente atraentes e o que o ambiente pode proporcionar ao indivíduo, seja alegria, jovialidade, força, segurança, sabedoria, divertimento, tranquilidade, sobriedade, harmonia etc. Também tem que se ter a preocupação com acessibilidade, iluminação, acústica, conforto térmico, armazenamento de coisas, entre outros. Inclui pesquisa e levantamento das necessidades do Cliente e sua adequação às soluções estruturais e de sistemas e produtos. Por fim, o profissional deve saber projetar, o projeto é como a partitura de uma música, precisa-se dele para que haja harmonia.