Decoração estilo industrial, o que é?

Oi gente! Tudo bem? Bom… o que é estilo industrial?

01

Esse estilo foi criado nos anos 70 mais ou menos, foi onde tudo começou. As pessoas começaram a comprar galpões e transformá-los em residências! Como galpões tem o encanamento aparente, o concreto aparente, nada muito ”arrumadinho ou fofinho”, tudo bem básico, sem muito ‘frufru’, rs, foram aproveitados esses detalhes na decoração dos ambientes, as pessoas resolveram deixar essas características e trabalhar com elas ao invés de reformar por completo os galpões! Massa né? 😀

Styling Anna Mård; Ulkner
Styling Anna Mård; Ulkner

Esse estilo geralmente segue um método minimalista, os móveis são básicos, a estrutura é toda aparente, ligações elétricas e hidráulicas, etc. Esse estilo super legal surgiu em Nova Iorque e se espalhou por boa parte do mundo.

04

Aqui no Brasil temos vários exemplos dessa decoração. O pessoal gostou tanto, que hoje em dia os ambientes com essa decoração não necessariamente eram galpões anteriormente! Muito desses espaços são projetados para serem assim desde o inicio! E vou te contar uma coisa, muitos adeptos dessa ‘moda’ são os homens, que quando falamos de decoração gostam de uma linha mais racional e simples.

03

Arquitetura Sustentável

Nada melhor para o começo de um ano do que começar a rever nossos valores para melhorar sempre, não é verdade?

Então vou falar para vocês hoje sobre a construção sustentável, o que é, o que faz, e o por quê dela existir!

construcao-sustentavel-reproducao

A arquitetura considerada sustentável é aquela que preza por usar recursos naturais e que minimizem os impactos ambientais de alguma forma. Quando você for construir visando a sustentabilidade, não quer dizer que você só usará materiais naturais e reciclados, haverá elementos que não fazem parte desse ‘pacote’ obviamente, mas com certeza será em pequena escala comparado a uma obra que é realizada sem esse enfoque.

Esse método construtivo pode lhe render lucros, pois se você souber como investir, a obra poderá sair mais barata do que um projeto convencional! E além do mais, você estará ajudando a conservar o meio ambiente do qual dependemos para sobreviver!

Para você saber que sua construção se enquadra numa arquitetura sustentável, deve levar em conta alguns fatores:

  • Considerar o clima da região e as fontes naturais que existem por perto, para fazer uso deles e diminuir o impacto e ter maior desemprenho e menos gastos no futuro.
  • Selecionar materiais de construção que permitam isolamento térmico e acústico, refrigeração do ambiente e iluminação de forma natural.
  • Usar fontes de energia renováveis.
  • Um bom investimento são as placas fotovoltaicas. O investimento inicial pode ser um pouco mais caro que o convencional, mas você perceberá que ao passar do tempo, você lucrará com esse recurso devido ao menor consumo de energia.
  • Procure obter um projeto que ‘converse’ com o entorno. Por exemplo: Não coloque dormitórios ao sul, dirija suas janelas ao leste, procure deixar os ambientes que mais precisam de sol ao norte. Essas são dicas importantes para que no futuro você não precise de soluções como ar condicionado pelo edifício todo!
  • Observe a posição dos ventos, faça o projeto de acordo com ele.
  • Faça um sistema de reuso de água.
  • Procure priorizar o uso de materiais ecológicos.

Esses e outros pontos te ajudarão a direcionar sua obra para um nível mais alto de sustentabilidade e preocupação com a natureza! Seja mais um somando no time das pessoas que realmente se importam com o futuro do planeta ! 😉

Volumetria mais pura.

3

 

Para os amantes de uma boa arquitetura, essa residência é o must! Tem detalhes em madeira e concreto aparente, que pessoalmente eu amo e tem um balanço que destaca a residência! Amei o projeto e estou postando pra vocês analisarem e verem o que acham! 🙂

7

O balanço, ocupado por sala de estar e de TV,  de 5,5 metros representa o desafio da estrutura. Como não existe um vão de contrabalanço, a sustentação do pavimento superior é feita por um conjunto de tirantes e mãos-francesas que transmitem os esforços para as vigas da cobertura e para os pilares mais próximos. Ele se estende quase até o limite de recuo frontal do terreno e, flutuando sobre o solo, passa a sensação de leveza. Seu fechamento emprega grandes planos transparentes que asseguram visão panorâmica da serra e ainda garantem iluminação natural a grande parte da casa.

 

5 6

4 2 1

Projeto de Giuliano,Gustavo e Inácio.

Fonte: Arcoweb

Fotos:Pedro Kok

Puff cake

E a criatividade nos surpreende. Design muito interessante desse puff, amei 🙂

522581_487644001299772_2144586702_n

Ideia sustentável.

Oi gente!

Hoje trago uma ideia super fácil e sustentável para vocês.

Em vez de usar sacolas plásticas, que tal usarmos sacolas de jornal? Isso mesmo! Sacolas de jornal! É super fácil de fazer (;

Eu achei um vídeo bacana que ensina você a fazer essas sacolas rapidinho 🙂

É uma ótima oportunidade de reciclar o jornal que iria pro lixo e usar menos sacolas plásticas que sujam tanto o meio ambiente. Segue o vídeo:

3,2,1 movendo!

Engenheiros, que trabalho fantástico!

dddd

Na maior empresa de seu tipo na Europa, um edifício de 6.200 toneladas, com sucesso, passou 60 metros para o oeste em uma peça depois de uma viagem de 19 horas. A antiga construção da ex fábrica de maquinários ‘Oerlikon’, em Zurique teve de abrir caminho para alguns trilhos novos.
O edifício de tijolo é de 123 anos e é a última relíquia da zona da Oerlikon do século XIX industrial. Em 1876, a  fábrica de máquinas Oerlikon “Maschinenfabrik Oerlikon (MFO)” começou a fabricação de máquinas de ferramentas, armas e locomotivas elétricas.

Quando o seu recente proprietário ABB anunciou planos para derrubá-lo, o público entregou uma petição para salvá-lo, enfatizando sua importância cultural para a região. Juntamente com o novo proprietário do site suíço Prime e as Ferrovias Federais Suíças, a ABB surgiu com o plano alternativo para ter todo o edifício movido através de uma peça.

A preparação no local começou há dez meses (como mostrado na animação em vídeo). Paredes do porão de apoio teve de ser substituído por pilares de aço. Uma placa de concreto com faixas no topo foi construída sob o edifício. Finalmente a construção foi colocada em carruagens especiais.

Em 22 de maio, o movimento começou às 11:00. Prensas hidráulicas moveu quatro metros por hora.

O edifício de 80 metros de comprimento chegou ao seu novo local de 04:03 na quarta-feira.

(SF / Swiss site Prime / swissinfo.ch)

Veja o vídeo do trabalho realizado com o edifício :

Telhados & coberturas Verdes

Ecoficiência.

Hoje em dia o assunto ‘sustentabilidade’ é muito discutido, principalmente quando se fala em arquitetura. As opções para colaborar com um mundo melhor surgem a cada dia, basta aderir aos projetos lançados e ajudar a preservar o que ainda nos resta.

° O que seria telhado verde?

O telhado verde consiste em plantas pré-cultivadas que substituem as telhas ou qualquer outro tipo de cobertura. Esse tipo de telhado ajuda no desempenho térmico do edifício, e diminui a poluição atmosférica.

° Onde seria indicado a utilização desses telhados?

O mais indicado seria para cidades com elevado grau de urbanização como São Paulo e Rio de Janeiro que possuem pouco verde e grande quantidade de poluição resultando em ilhas de calor. Se não for possível a instalação do telhado verde, o indicado nesses grandes centros urbanos é não deixar as superfícies escuras pois, quanto mais claro,melhor, pelo fato de as cores claras refletirem a energia solar. Já as cores escuras absorvem essa energia, fazendo com que o ambiente se torne mais quente, proporcionando um certo desconforto térmico.

° Qual o efeito do telhado verde no ambiente?

Primeiramente pode-se citar o aumento da umidade relativa do ar no local em que se encontra o telhado.

É realizada a fotossíntese pelas plantas, retirando o gás carbônico do ar, ajudando no combate ao aquecimento global.

° Como deve ser realizada a manutenção?

Deve ser feita anualmente e inclui adubação e aplicação de algum tipo de inseticida natural para controle de pragas. A cada seis meses recomenda-se uma inspeção no telhado para verificar se há alguma planta invasora ou árvore de grande porte, já que eventualmente o vento ou passarinhos podem trazer sementes.

Esse tipo de telhado requer cuidados especiais, principalmente com a impermeabilização, não podendo haver falhas no sistema.

° Corte da cobertura :

Idéias para uma vida Sustentável.

Desculpem-me por demorar tanto pra postar, fim de semestre é corrido na faculdade, acabei ficando sem tempo. Mas aí vai uma matéria interessante sobre sustentabilidade, vou dividir o post em três partes para não ficar cansativo.

32 idéias que ajudam a preservar a natureza.

Antes de tudo, façamos o que é mais fácil, ou seja, diminuir o uso de sacolas plásticas e a separação do lixo reciclável do orgânico.

Em se tratando de decoração, paisagismo, construção, abaixo segue a lista de alguns exemplos do que pode ser feito para diminuir o impacto da ação humana no meio ambiente.

1.  Sabe aquele móvel que você não quer mais e pensa em jogar fora? Que tal reforma-lo, nada que um pano novo ou uma pintura não resolvam, uma restauração de um móvel traz uma nova característica ao mesmo e dá um toque pessoal a peça…que tal tentar?

2. Vamos improvisar? Caixas de frutas ou legumes, aquelas que ninguém dá valor, pode virar tanto uma floreira, quanto uma estante para guardar livros, tudo depende da sua criatividade. Na Europa essa idéia já foi posta em prática há um bom tempo, esses tipos de madeira viram mobiliário.

3. Vamos diminuir o consumismo. Um movimento que vêm ganhando força entre os designers e arquitetos é o low-tech, em oposição ao high-tech. Não se deve trocar uma geladeira ou outro eletro porque há um lançamento no mercado. Só tome cuidado, porque se o equipamento for muito antigo, pode consumir muita energia. Sendo assim, use-o como armário ou bar na sala, dando assim um ar vintage ou retrô ao ambiente.

4. Reaproveite embalagens. Use caixas de papelão, latas, vidros para organizar fotos, fazer porta-lápis, porta-treco, bancos, vasos de decoração.

5. Roupas em desuso? Não há problemas, transforme-as em mantas de patchwork. Também tem a opção de transformá-las em revestimento de parede, cortinas, ou mesmo revestimento de sofás.

6. Se a vontade é de obter móveis antigos que confiram à sua casa um estilo retrô, que tal recorrer às lojas de usados ou entidades beneficentes que recebem doações? O preço é acessível e alguns lugares oferecem o restauro do móvel.

7. Compre a produção local. Evitará a necessidade do mercado de obter alimentos que vem de longe, o seu transporte polui o meio ambiente. Quanto a produtos internacionais, dê preferência aos que vem de navio, poluem cinco vezes menos do que os transportados por veículos terrestres.

8.  Na reforma de apartamentos, a demolição de paredes para eliminar o excesso de cômodos integra os ambientes. Além da amplitude, isso melhora a circulação do ar, proporciona mais insolação, isso faz com que o custo energético diminua.

9. Uma idéia interessante de arquitetos e que deve ser posta em prática é a restauração de edificações antigas como em São Paulo, de vez de construir mais , restaurar o que já existe. É chamado de retrofit, ou seja, restaura as fachadas, adequa os espaços internos às necessidades atuais como nova instalação elétrica, hidráulica e pontos para acesso à internet.

10. Em reforma, o reaproveitamento de materiais e revestimentos evita a geração de entulhos, que precisam de caçamba para serem removidos, encarecendo a obra. Muitas vezes esses resíduos são jogados em rios ou córregos, o que causa enchentes. Por isso, o ideal é restaurar os tacos, que normalmente são de madeira nobre. Melhor do que comprar um assoalho que pode ser fruto de um desmatamento de áreas ilegais ao desmatamento. Quando o assunto é cerâmica e azulejos, em vez de removê-los,aplique em cima um novo acabamento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Madeira com durabilidade da cerâmica.

Quer o efeito estético das madeiras de demolição com a durabilidade da cerâmica?

Gail1Com a finalidade de unir a nuance e o efeito estético das tábuas de madeira de demolição com a durabilidade e a facilidade de manutenção da cerâmica extrudada foi criada uma madeira que reproduz com inteligência e sofisticação as características únicas e os complexos detalhes da mesma, preservando a mesma qualidade e características físico-químicas da cerâmica.

Esses materiais reproduzem as cores e texturas encontradas nas madeiras ipê, ébano, carvalho e madeira de demolição. O resultado é um traçado diferente e único em cada peça. Indicada para fachadas, revestimentos de paredes internas e detalhes variados, as peças foram especialmente projetadas para imprimir um toque contemporâneo e sofisticado aos espaços.

A Cerâmica extrudada utilizada na fabricação é feita por meio de um processo de extrusão a vácuo. Na comparação com as madeiras comuns ela ganha em qualidade, durabilidade e pode ser usada em áreas sujeitas a água. Sua queima é feita em temperaturas elevadíssimas e proporcionam alta resistência a ataques químicos e menor absorção de água.

Gail3

Uma marca que disponibiliza esse material é a Linha Wood da Gail .

Fonte : arquitetura.com.br

Amarelo

O amarelo dá vida ao ambiente. Lembra-nos o sol, símbolo usado por reis e para determinar entidades religiosas e deuses. Amarelo nos lembra o ouro, cobiçado pelos homens das mais antigas civilizações, pois conferia poder aos povos e nações.

Combinações harmônicas

A cor amarela se dá muito bem com o verde e o laranja , são cores que, quando colocadas lado a lado, transmite harmonia e equilíbrio. O resultado de um ambiente com essas combinações de cores traz inovação e um diferencial no ambiente, pois são cores marcantes,principalmente o amarelo.

Contrastantes

Antes de falar que um mix de amarelo com violeta fica legal e inovador, eu vou falar que é preciso um estudo preliminar para lidar com essas cores, pois tanto o amarelo quanto o violeta são cores marcantes, e o uso inadequado das mesmas pode deixar o ambiente pesado. Mas, se souber trabalhar com essas duas cores, o resultado é muito interessante, principalmente se você não quer que seu ambiente passe desapercebido.

Tom sobre tom

É uma solução infalível, pois são cores que ”conversam” entre si, ou seja, não tem como errar. Um amarelo mais forte aqui outro mais claro ali e pronto, está feita sua obra-de-arte sem precisar pensar muito.

Vibrantes

Quer estímulo, mexer com seus sentidos? Use e abuse de um amarelo vibrante, mas sempre trabalhe com cores neutras ou amarelos mais claros junto para o resultado ser satisfatório.

Neutros

Elegância. Não existe palavra melhor para definir a importância dos neutros. Eles são o coringa de uma composição. Totalmente democráticos, eles ficam bem com qualquer cor, sem discriminação. Os neutros criam ambientes aconchegantes e sofisticados. Com o neutro, os elementos decorativos sempre ganham destaque.

Como unir o básico ao elegante?

A solução é o ambiente neutro.

Neutro não quer dizer apático. Ele traz equilíbrio ao ambiente, sem deixar de ter personalidade.

As combinações feitas entre as cores neutras trazem conforto e sofisticação ao ambiente, deixa o ambiente mais leve aos olhos.

Os neutros, por natureza não chamam atenção sobre si , na maioria das vezes passam desapercebidos então , é recomendado que se use objetos decorativos de cores marcantes para trazer movimento ao ambiente.

E tom sobre tom? é possível com neutros? A resposta é sim. Basta trabalhar com o leque de cores da escala de neutros e obtém-se o resultado desejado.

Neutro vibrante? existe? não. Mas tem como usar cores neutras mais fortes que passam a mesma sensação de uma cor vibrante, só é preciso saber trabalhar com esse leque de cores.

Enfim, neutro é a jogada certa pra quem não quer errar ou mesmo para quem não tem uma noção boa sobre cores e não quer arriscar. Aposte no neutro que a chance de se obter um bom resultado com essa cor é grande.

Vermelho

 

Os vermelhos são intensos, carregados de emoções.Em qualquer lugar do mundo, nas mais diferentes culturas, o vermelho é a cor da paixão e da sensualidade.

Do vermelho parte o rosa, essa cor vem a mente quando se pensa em pintar o quarto de uma adolescente romântica e só. Não se pensa em usar em outros ambientes, mas pode sim ser usado e deve ser explorado.

Combinações Harmônicas:

Unir vermelho com laranjas e violetas tem sua força na harmonia. O efeito gera um resultado agradável e interessante. É uma forma bastante inteligente de valorizar os espaços.

Contrastantes:

Para apostar em cores contrastantes como o vermelho e o verde, é necessário ousadia pois essa combinação não deixa com que o ambiente passe desapercebido, se faz necessário certa moderação no uso das cores e tomar cuidado com os lugares onde serão aplicados.

 

Tom sobre tom:

Unir vermelhos em diferentes tons traz equilíbrio entre as cores e elegância. Além disso, ajuda a evidenciar muito mais os elementos de decoração contidos no ambiente. Procure sempre combinar tons mais claros com mais escuros que estejam na mesma tira de cor para gerar um resultado satisfatório.

Vibrantes:

São cores que se destacam naturalmente, então é preciso mesclá-los com cores neutras ou cores mais claras ou mais escuras na mesma tira de cor para gerar um bom resultado. O ambiente com cores vibrantes se torna cheio de energia, intenso e sofisticado.