Catetinho – Niemeyer

Stitched Panorama

Sobre.

Catetinho , o palácio presidencial provisório, foi construído entre os dias 22 a 31 de outubro de 1966. O nome é uma alusão ao Palácio do Cateto, então sendo do Governo Federal no Rio de Janeiro. Conhecido oficialmente como RP-1 (Residência Provisória-1). Correspondeu ao desejo do presidente Juscelino Kubitschek de se estabelecer na cidade para acompanhar as obras da nova capital. A residência, na época ficou conhecida como ‘Palácio de Tábuas’.

Stitched Panorama

Como tudo aconteceu.

Após sua primeira viagem à Brasília, em 02 de outubro de 1956, Juscelino Kubitschek demonstrou, ainda no avião, a vontade de instalar-se provisoriamente para acompanhar as obras que iriam iniciar-se. JK não queria ficar em barraca, queria um lugar onde pudesse pernoitar. Oscar Niemeyer e João Milton Prates (Piloto de JK e oficial do gabinete presidencial) transmitem esse desejo de JK para o engenheiro Juca Chaves durante o encontro no Juca’s Bar, RJ. Juca Chaves assim se manifesta ‘Em construção tudo é possível, desde que chegue caminhão lá. Lá chega caminhão?’. Teriam então respondido a ele ‘Acho que chega… porque não tem estrada, mas tem caminho, pra isso se dá jeito’’.

201

Juca Chaves convida Oscar Niemeyer para conhecer uma obra sob sua responsabilidade, indicando que o projeto do Catetinho pudesse se inspirar num barracão de obras (geralmente feito com madeira de pinho, onde se instala o almoxarifado e o escritório). Niemeyer considerou a ideia valida: desenhou uma casa de madeira escamada e de vigas, traçando o que seria o Palácio de Tábuas.

81

Curiosidades.

A residência foi a primeira construção de Brasília, executada em 10 dias. Foi a residência provisória do Presidente Juscelino Kubitschek.  Quase meio século depois, foi transformado em museu, onde estão preservados a suíte presidencial, a sala de despachos, o quarto de hóspedes e a sala de refeições, além de objetos pessoais de JK e de sua esposa, D. Sarah.

37

 

Catedral de Brasília – Niemeyer

interior2

O edifício é definido pelos seus dezesseis pilares de concreto em forma de bumerangue, que partem de uma planta circular de setenta metros de diâmetro, rodeada por um espelho d’água, e sobem inclinadamente até tocar uns aos outros. O cálculo estrutural desse e dos demais edifícios projetados por Oscar Niemeyer para o conjunto original de Brasília foi feito por Joaquim Cardozo.

espelho dagua

A catedral em si está um nível abaixo do plano de acesso; o edifício é, assim, meramente sua coberta. Seu acesso dá-se por um caminho criado por quatro esculturas, representando os evangelistas, que levam a uma rampa descendente, estreita e escura.

int2

Os vitrais que fazem os fechamentos entre os pilares dotam a nave da catedral de abundante luz. A monumentalidade interna parece estar além da majestosidade externa.

construcao 1

A concepção arquitetônica é reduzida ao mínimo, à sua estrutura, ao mesmo tempo que a concepção estrutural é levada ao máximo de suas possibilidades. Como disse o próprio arquiteto: “quando a estrutura está feita, o edifício está pronto”.

int8

        Ficha técnica:

  • Arquitetos:Oscar Niemeyer
  • Ano: 1970
  • Tipo de projeto: Religioso
  • Status:Construído
  • Materialidade: Concreto e Vidro
  • Estrutura: Concreto
  • Localização: Brasília, Brasil
  • Implantação no terreno: Isolado

A Catedral Metropolitana de Brasília começou a ser construída em 1956, quando foi lançada a pedra fundamental da capital do país

 A Catedral Metropolitana de Brasília começou a ser construída em 1956, quando foi lançada a pedra fundamental da capital do país.

As 16 colunas de concreto pesam 90 toneladas. Niemeyer desenhou as formas da Catedral representando as mãos preparadas para a oração

 

As 16 colunas de concreto pesam 90 toneladas. Niemeyer desenhou as formas da Catedral representando as mãos preparadas para a oração.

Só 14 anos depois, em 31 de maio de 1970, é que a igreja projetada por Oscar Niemeyer foi inaugurada

Só 14 anos depois, em 31 de maio de 1970, é que a igreja projetada por Oscar Niemeyer foi inaugurada.

Para comemorar o aniversário da Catedral, o arcebispo de Brasília Dom Sergio da Rocha celebra missa especial.

Para comemorar o aniversário da Catedral, o arcebispo de Brasília Dom Sergio da Rocha celebra missa especial.

Fonte: Archdaily

Mais um ano se foi…

Olá para todos!

House plans

Hoje, como é o ultimo dia do ano, resolvi vir aqui para agradecê-los pelas visitas, agradeço também aos que confiaram no meu trabalho como designer e futura arquiteta. Bom, ano que vem estarei indo para o terceiro ano de faculdade de Arquitetura e Urbanismo e espero aprender muito mais para poder compartilhar com vocês meus conhecimentos. Espero que esse ano eu tenha ajudado em algo com as matérias postadas. Ano que vem eu quero me dedicar mais ainda ao blog, trazendo matérias novas e interessantes a vocês que se interessam pelo assunto.

A Arquitetura é fascinante, cada dia aprendo algo novo, seja através de um professor ou por simples curiosidade. Adoro estudar sobre a arte do restauro e, quem sabe ano que vem eu poste bastante sobre esse assunto 🙂

Esse ano perdemos um grande e renomado arquiteto, Oscar Niemeyer. Brasileiro, um exemplo para nós, aspirantes a arquitetos. Que possamos ser brilhantes como ele, inteligentes e com conceitos tão bons quanto os dele! Vamos nos esforçar para isso (hehe).

Enfim, desejo a todos um ano novo maravilhoso, com muitos novos aprendizados, novas ideias, novos conceitos. Que os seus projetos se realizem ! 

Um beijo.

Débora Bonetto.